sábado, 14 de outubro de 2017


SOCORRO APÓS A MORTE

          Simplesmente passei... Fui andando, andando sem parar. O que sentia não sei. Só sei que eu era tomado de um torpor e de algo que não sei explicar.
          Andei, andei, andei. Para onde estou indo? Não sei, só sei que algo me obrigou a andar.
         De repente os pensamentos assaltavam minha mente de uma forma desordenada. Estava eu louco? Ou alguma coisa que não posso explicar me sucedeu?
         Continuei a andar. A noite se aproximava, e eu sabia que tinha que achar um lugar onde pernoitar. Comecei a procurar tal lugar. Até que avistei um pequeno casebre, simples, com uma luz bruxuleante, quase apagada de uma lamparina.
        Bati à porta e veio me receber uma senhorinha, uma velhinha muito amável que me abraçou dizendo:
       “Meu filho estávamos te esperando, entre. Você está cansado, venha descansar”.
        Entrei, lá dentro dois rapazes de minha idade mais ou menos me cumprimentaram com muito respeito. Eram filhos da senhora. Estavam reunidos ao redor de uma mesa tosca e oravam.
        Eu me espantei, mas me convidaram para assentar. Leram algum trecho da bíblia e me convidaram a orar o Pai Nosso. Senti uma calma inexplicável.
       Custei a perceber que essa casa era em outro plano, era espiritual. Lá fiquei por dias, sendo alimentado com frutas, pães e água, e todos os dias ao anoitecer orávamos.
       Um dia fui chamado, porque passaria ali alguém que eu devia seguir. E segui, era um senhor que me levou a outro lugar aplausível, onde agora estou.
       Vim dar meu depoimento para dizer que a morte não é o fim, que somos amparados de todos os modos, e que Deus nosso Pai cuida de todos, através de espíritos simples e bondosos.
        Peço à todos que confiem orem por mim.

         Manoel de Araújo. 

Psicografia recebida em 2017.                                     
            Médium: Catarina.

sábado, 7 de outubro de 2017




RECADO  PARA  AS  MÃES  QUE  PERDERAM  FILHO

Ah como é grande a dor de uma mãe que vê os filhos partirem, como é imenso o sofrimento. O amanhecer de cada dia é triste, não se esquece nunca.
Eu bem sei como é grande essa dor!
Passei por isso na minha última passagem pela Terra, tive três filhos e os três regressaram antes de mim, partiram os três no mesmo dia, vitimados por um acidente de carro. Eu sei que a dor me acompanhou até final da minha existência na Terra, nunca mais fui feliz, chorei todos os dias e jamais me esqueci deles.
Por isso é à vocês mãezinhas, que passam pelo que passei, que deixo o meu recado.
Sei que é duro conviver com essa triste realidade, sei que a vida morre com nossos filhos que nos deixaram. Não duvido dessa dor porque senti na minha alma. Contudo lhes alerto, eu mesma muitas vezes pensei nisso, mas com a graça e a misericórdia de Deus me contive, como Deus é bom, não sei o que teria me acontecido se tivesse feito o que muitas vezes pensei.
Saibam mãezinhas que a misericórdia de Deus é infinita, que toda a dor pela qual passamos tem um motivo.
Nenhuma de vocês que vier pra cá tendo propositalmente abreviado a vida vai ter a felicidade de encontrar seus amores. Tenham fé e paciência, tudo tem sua hora, falando posso não me fazer entender, mas o que são alguns anos diante da imortalidade do espírito?  Dia chegará que a bondade infinita do nosso Pai nos proporcionará esse tão esperado reencontro.
Chegará um dia que iremos estar junto à eles, como eu hoje estou, desfrutando da alegria de tê-los novamente junto à mim.
Tudo tem um motivo, isso eu lhes afirmo, portanto por mais estranho que possa parecer, até essa dor nós conseguiremos entender que foi benção Divina. Passar por dificuldades, por dores insuportáveis como passam vocês, como eu passei, são etapas que no futuro iremos agradecer.
Nunca duvidem da bondade do nosso Pai. Esperar a hora certa para esse reencontro nos faz a pessoa mais feliz do mundo.
Todo sofrimento é recompensado, toda dor aceita com resignação é felicidade futura.
Acalmem seus corações dilacerados pela imensa dor da separação, saibam que tudo isso é passageiro e que nossos filhos na hora certa nos irão receber com os corações cheios de alegria.
Transformem a lamentação em choro de saudade, choro de entendimento e façam uma prece orando à Deus pelos seus filhos, eles precisam sempre de oração podem estar certas , e mais certas ainda da força da oração que sai do coração amoroso de vocês.
Não aumentem o sofrimento deles, deixe-os partir com a certeza de que Deus que é Pai de todos nós estará cuidando deles que nos foi um dia confiados por Ele mesmo. Deus confia a nós alguns de seus filhos e quando eles partem somos nós que estamos devolvendo-os ao nosso verdadeiro Pai.
Acalmem seus corações, tenham muita fé e paciência, e nunca se esqueçam de que Deus jamais nos desampara. Somos todos centelhas de Sua luz.
Que Jesus nos abençoe.

Joaninha.       
             
Psicografia recebida 2017.
             Médium:Débora S C

sábado, 30 de setembro de 2017



  
COLONIA ESPIRITUAL JARDIM DOS MIOSÓTIS

          Eu gosto das flores e como gosto de as cultivar.
          Hoje me canteiro está florido.
          Só que são flores que nascem em uma cova no cemitério, onde acredito existir alguém que amo muito.
          Estou muito confusa e não sei o que se passa, pois eu estou ligada aquela pessoa que jaz naquela tumba.
          A tardinha quando a noite se aproxima, minha vontade é de sair, mas não saio e fico lá. Só vejo as flores que murcharam a noite.
          Quero uma explicação tangível para isso, pois já estou ficando com medo.
           Oh se aproxima uma luz muito vibrante e linda. Alguém traz uma candeia e ilumina aquela tumba e o meu rosto.
          Esse alguém me diz que irá me levar para outro lugar onde poderei descansar para que no dia seguinte eu possa novamente cuidar de flores, mas flores de um jardim: “O Jardim dos Miosótis”.
          Depois que fiquei sabendo que é uma colônia espiritual bem próxima do cemitério municipal de minha cidade.
          Vou e depois, se permitirem, volto para contar como foi.   

           Idalina.    
      
Psicografia recebida em 2017.                                     

           Médium: Catarina.

sábado, 23 de setembro de 2017


POR FALTA DE FÉ PERDI A ENCARNAÇÃO

Queridos irmãos e queridas irmãs que estão infelizes, sem fé e sem esperança, não deixem que o desânimo destrua a vida de todos vocês, pois foi neste desânimo que deixei a vida terrena.
Hoje estou aqui para implorar a todos vocês que, por um motivo ou situação estão descrentes e com pensamentos ruins. Não deixem que estes sentimentos tomem conta de seu ser, ou melhor, que devorem sua alma.  
Sou um dependente químico e um suicida, verdade que me deixei levar por “amizades” tristes, mas não os culpo por nada, eu tinha a opção de dizer não e não o fiz.
Me droguei até o fim dos meus dias e, no último dia, eu fiquei lúcido diante dos meus familiares, olhei para cada um e pensei: “Você está cometendo o maior erro de sua vida nesta viagem sem volta. Você tem pessoas maravilhosas que sempre acreditaram que seria capaz de ficar limpo e ter um futuro bom ou talvez brilhante.”  Será que foi um anjo que dizia essas coisas em meus ouvidos? Seria um aviso? Ou a minha consciência me mostrando o que eu ia deixar para trás e que seria responsável pelo sofrimento de cada um, tendo eu desencarnado consciente do meu erro e da dor que ia levar de todos?
Fiz a minha viagem, sofri a minha dor e fiquei paralisado pelo meu erro e na escuridão dos lamentos dos meus. Fui resgatado por misericórdia de Deus e por pedido dos meus irmãos em carne, que rogaram a Deus pelo meu perdão e deixei a lama da escuridão para a luz da esperança, da recuperação da minha essência e do resgate da fé. 
Através de estudos, de serviços no bem e meditação pude ter consciência da minha total irresponsabilidade com a vida, que eu hoje a vejo, que é sagrada e bendita.
Quero que todos saibam que existe misericórdia, mas também existe dor e muita dor, não se iludam com um paraíso abençoado, e sim com a dor de recuperar a sua alma.
Deus, hoje tenho condição de pedir o seu perdão, pois tenho lucidez e conhecimento da sua grandeza. Perdão por mim e perdão aos meus familiares, me sinto digno de ser chamado de Seu filho.

Manoel Rezende, um filho de Deus resgatado por misericórdia.         
             
 Psicografia recebida em   2017.

             Médium:  M. Nicodemos.

sábado, 16 de setembro de 2017


COMETI SUICÍDIO INDIRETO USANDO DROGAS

Será que alguém pode me ajudar aqui? Estou desesperado, não sei o que pode estar acontecendo comigo. Sei que usei drogas, muitas drogas das mais pesadas, me lembro que vomitei muito e consegui sair do banheiro, daí não me recordo mais de nada.
Meus irmãos foi nessa situação que deixei meu corpo físico na Terra, um corpo jovem, forte e cheio de vida, não que eu tenha me matado, mas cometi um suicídio indireto, já que não era inocente em pensar que usar drogas da maneira que usei naquela noite eu não estivesse correndo o risco de morrer.
Hoje já a muito tempo aqui no plano espiritual eu vejo quanta negligência com meu próprio corpo, poderia ter vivido a encarnação que programei antes de reencarnar, quantas coisas se complicaram em virtude disso, e o pior de tudo como fiz minha família sofrer.
Meu pai gastou muito dinheiro tentando me tirar das drogas, por várias vezes fui internado em clínicas caras de recuperação e eu o que fiz? Saia dali e já dava o meu jeito e assim o tempo ia passando. Minha mãe, ah minha mãe!  Como a fiz sofrer, quanta dor sentiu minha mãe, quantos dias turbulentos e quantas noites sem dormir, sempre me esperando chegar em casa com medo de que um dia eu não chegasse, e infelizmente esse dia chegou e o sofrimento dela não sei descrever, enfim sofreu muito com a minha partida.
O que posso dizer a vocês jovens, que andam se metendo com drogas, que prestem bem atenção, eu comecei com drogas leves e que em alguns países são até liberadas, mas com o passar do tempo aquilo já não me satisfazia mais e eu ia sempre procurando por mais e mais e com isso ia me afundando, até que caí de vez. Não cometam o mesmo erro que eu, sofri e ainda sofro muito, não se deixem levar por esses prazeres infelizes, o preço que se paga por isso é muito alto.   
 Ando um pouco melhor, me recuperando aos poucos, mas ainda hoje 20 anos após do meu desencarne ainda sofro. Isso sem contar o desespero dos primeiros tempos, quando eu alucinado achava ainda ter o corpo e ficava enlouquecido por abstinência das drogas.
Jovens como eu, não deem aos seus pais o desgosto que eu dei aos meus, procurem coisas boas para fazer, são tantas coisas boas chamando por vocês ao trabalho no bem. Substituir as drogas por trabalho no bem os fará crescer para Deus.
Muita paz aos corações que sofrem como o da minha mãe sofreu e como ela sofreu, e ainda sofre comigo.  

Marcelo.      
             
Psicografia recebida 2017.

             Médium: Débora.

sábado, 9 de setembro de 2017

MORRI  E  NÃO  PRATIQUEI  O BEM

          Fui no mundo um andarilho. Conheci muitos lugares. Cidades, vilas e fazendas
          Eu ia com meu cajado e  meu alforge, conheci muitas pessoas interessantes. Todos me acolhiam e eu não tive interesse nem curiosidade para aprender alguma coisa fora de meu interesse.
          Até que um dia meu estômago começou a doer, eu estava a caminho de uma aldeia muito simples. Achei que era coisa boba, mas não era, pois meu estômago continuou a doer e a doer. Levaram-me para uma cidade maior e a muito contragosto me internaram para eu fazer alguns exames.
         Eu não tinha nenhum parente para me acompanhar e por isso foi a mim que o médico me disse frio e secamente que eu estava todo tomado pelo câncer. Disse-me até que eu tinha pouco tempo de vida. Aí sim me desesperei e pude pensar o que ia acontecer comigo. Eu não tinha um suporte religioso e nem familiar, pois achava isso bobagem.
         E foi assim que depois de muito penar e sofrer eu morri.
         Foi muito triste porque eu vi tudo que me sucedeu após a morte. Enterraram-me como indigente. O tempo passou eu não sei quanto tempo, pois eu dormi. E eu que nem sabia que depois morto se dormia. Fiquei hospitalizado, me trataram muito bem.
         Um certo dia apresentou-se para mim um ancião muito bondoso, que usava um cajado como eu. Disse-me:
         “Meu filho, aqui não se conta só o bem que se fez, mas aquilo que se deixou de fazer. Você não fez o mal, mas deixou de praticar o bem. Não olhou o próximo com olhar de ajudá-lo, ver suas dores e necessidades, mas chegava em um lugar buscando somente em usufruir da hospedagem, batendo papos inúteis e fazendo de sua vida uma viagem sem sentido.
          Agora filho restabeleça-se e vai cursar um curso de responsabilidade, pois vais voltar à Terra com pouca condição de viajar, ficando preso em um lugarejo onde todos irão lhe buscar, almejando bons conselhos e um olhar de doação. Vais ser sacerdote em uma das aldeias que você visitou tantas vezes. Que Deus te abençoe filho.”
          E estou me preparando para isso.

          José.  
            
            Psicografia recebida em 2017.                                     

            Médium: Catarina.

sábado, 2 de setembro de 2017


UM  HOMEM  CRUEL  ME  MATOU

Meu Mestre amado, por que desencarnei tão cedo? Não queria deixar de viver, não aceito a minha morte, quero voltar e continuar vivendo com os meus. Senhor, por quê?
Eu não consigo aceitar a morte, sou um jovem rapaz, bonito, saudável, inteligente e de bom coração. Com que direito vem um homem cruel e me tira a vida sem sequer me conhecer? Não posso crer no meu desencarne, não posso aceitar, Senhor.
Choro, choro muito e vou continuar chorando, pois não encontro razão de estar aqui e sim entre os vivos. Minha mãe querida, eu quero voltar, não me deixe aqui, por favor peço ajuda à senhora. Em suas preces, peça a Deus que eu volte, pois quero viver Senhor.
Mãe, mãe, socorro! Me ajude, não quero viver aqui, estou desesperado, quero voltar e continuar a lutar pelos meus sonhos e desejos. Quero amar e ser amado, quero ter filhos, quero ter uma família e simplesmente estou morto por um homem cruel que não deixou e não quis que eu vivesse.
Mãe, pai e irmão, me ajude, por favor! Quero minha vida novamente, não aceito estar aqui. Por favor, venham me buscar, quero minha vida de volta.
Senhor, meu Deus, onde estava que não me salvou? O que queria de mim se era um exemplo de jovem em educação e coração? Qual é a sua perfeição para que eu tivesse o direito de viver mais alguns anos? Onde errei? O que fiz para que esse homem cruel me tirasse a vida e não convivia comigo? Por quê?
Não quero ajuda, quero a minha vida, quero a minha família, o meu direito de viver, de sonhar e de caminhar entre os meus. Não quero luz, quero viver, não quero paz, quero viver, não quero colo, quero viver, não quero.... Eu quero minha vida que foi interrompida por um homem cruel.
Quero saber: onde está esse homem cruel, onde? Ele está vivo e por que ele vive? Com que direito ele vive? Deus, por que ele vive? Será que ele é melhor que eu e por isso ele vive? Eu quero minha vida novamente. Deus, por favor, me devolva o direito de viver, eu quero viver.
João Carlos foi acolhido no decorrer de sua psicografia por espíritos de luz. Devido ao seu estado depressivo, está se recuperando em sono profundo. Um irmão que busca respostas, que ainda não tem sabedoria e compreensão para saber o porquê de sua morte tão prematura e violenta em decorrência de um assalto.
Que Jesus o abençoe.
Um espírito trabalhador dessa reunião.
             
 Psicografia recebida em   2017.

             Médium:  M. Nicodemos.