sábado, 13 de maio de 2017

MÃE  NA TERRA  E NO CÉU

          Essa sensação de paz, de harmonia eu a busquei por toda a minha vida. Tive uma existência atribulada pelos problemas físicos e mentais que me perseguiam. Fui jovem, mas não gozei das alegrias da mocidade. Fui adulto, mas não tive a felicidade de ter um lar só meu.
          Nasci paraplégico, não sei por que razão. Cresci sem saber direito por quais caminhos percorri. Médicos, médicos e médicos. Tive uma mãe maravilhosa, presente e carinhosa, mas um pai que só sabia me reprimir, odiar e pôr em minha mãe a responsabilidade de eu ser assim.
          Tive outros irmãos e que devo agradecer. Eles vieram depois de mim e achavam comum eu ser assim.
          Não pude estudar devido as minhas condições. Minha mãe sempre cantava para mim, mas eu não tinha capacidade de interpretar o que ela cantava e nem mesmo sabia perceber a beleza de seu canto.
          Ela procurava me ajudar, mas a sociedade da época não tolerava pessoas como eu, e se chegava alguém ela me escondia.
          Eu dormia em um quartinho de fundos e ela sempre estava atenta ao meu lado.
          Percebi a falta de meu pai e só depois soube que ele nos deixara por minha causa.
          Aconteceu uma coisa que eu não sei bem o que era.
          Fui para um lugar que hoje acredito ser um hospital. De lá fui levado para um lugar muito bom, onde eu sentia que estava no ar.
          Não sentia dores no corpo, principalmente nas pernas que tanto me atormentaram durante toda a minha vida.
          Não demorou muito eu vi a meu lado minha mãe a cantarolar.
          Mas eu percebia o som de sua musica e esse som vibrava em mim e me animava.
       Tive vontade de levantar, de andar e minha mãe me deu as mãos, me sustentou e me levantou: e eu andei...
           A partir daí, nós, eu e minha mãe estamos sempre juntos. Moramos em lugar muito simples, mas lindo e acolhedor. Eu aprendo com ela as letras de suas músicas escrevendo-as. Eu que nem sequer sabia soletrar...
          Aqui é muito bom. Estou me preparando para entrar em um Educandário que recebe pessoas como eu, que resgataram parte do seu passado com uma existência complicada como a minha. Com doenças do corpo e do espírito, mas que com essa encarnação parados em uma cadeira de rodas ou em uma cama evoluíram seu espírito.
          Agradeço à Deus por tudo isso, agradeço aqueles que foram meus familiares e até mesmo a meu pai que me rejeitou, mas foi responsável pelo meu corpo físico, colaborando com minha existência no plano físico.
          Quero também expressar minha gratidão e esse grupo que se reúne para nos dar a oportunidade de nos expressarmos através da escrita.

         Obrigado.
         Toninho.    
                     
          Psicografia recebida em 2017.                                   
          Médium: Catarina.

7 comentários:

  1. E eu aqui com um corpo perfeito me sentindo como todo se todo peso do mundo estivesse em minhas costas,sofro com a ausencia física daquele que ficou comigo pro 40 anos tive um casamento feliz e agora sigo sem ele ,comentei em uma outra mensagem e acho que me expressei de forma errada quando te pedi uma nova oportunidade de uma psicografia ,eu sei que a oportunidade vem de Jesus me desculpe então me pediu o nome do meu esposo Roberto Otamar Couto de Oliveira nasceu 29 de maio de 1959 e desencarnou em 28 de agosto de 2015 de uma forma que eu imperfeita que sou não entendo e ainda não aceito mesmo sabendo que nada disso vai mudar e só me traz angustia ,depressão e sofrimento quero tirar esse sentimento de revolta que sinto em relação a aqueles enfermeiros que deram aquela medicação para ele que evoluiu para morte cerebral que Jesus me perdoe pelos meus pensamentos e me abençoe com uma mensagem eu tenho fé na bondade infinita de nosso Senhor que ele vai me mandar uma mensagem.Obrigada continue com esse trabalho maravilhoso leio todas as psicografias e apesar de não ser minha muda alguma coisa dentro de mim me coloco no lugar dos familiares e uma paz invade o meu coração quando leio.Bom dia Beatriz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beatriz não tem nada que desculpar, entendi o seu comentario e seu pedido. Não fique se culpando pelo que aconteceu, vc não te culpa nenhuma do fato. Ninguem desencarna fora da hora e se não fosse dessa forma seria de outra, se não fosse no hospital seria um acidente. Nós temos mania de ficar querendo justificativa para morte que não existe, mas todos nós temos nosso tempo e do roberto chegou daquela forma. Então minha irmão tenha fé en JESUS e busque ajuda medica, psicologica e tbem vá a uma casa espírita para escutar palestra, tomar passes e fazer atendimento fraterno, mas numa casa espírita kardecista. E não fique muito com esperanças em uma carta porque tem muitos fatores para que aconteça essa carta. Vou colocar na reunião e temos que aguardar. Um abraço e peça orientação a Jesus.

      Excluir
    2. Beatriz recebi uma carta com o nome do seu Marido , Roberto Otamar.Me mande seu email atraves do meu email, subcorrea@yahoo.com.br. aguardo

      Excluir
  2. Bom dia Marco,temos sim essa mania de ficar procurando respostas nos fazendo perguntas ,nos culpando,eu sou uma,todos temos nosso tempo eu entendo as vezes sou ansiosa sou teimosa e acabo cometendo os mesmos erros ,me culpando ,culpando os outros,eu estou indo a uma casa espirita Kardecista ,tem palestras maravilhosas ,inclusive tem atendimento com médicos voluntários que nos ajudam e tem passes só não tem psicografias ,ou não é divulgado porque se falar que tem vai ser assim todos vão querer ,eu serei a primeira da fila ,eu sei que tem espíritos que nunca mandam notícias ,mas não vou perder as esperanças não tenho fé em Jesus e vou aguardar,continuarei lendo suas mensagens,e quem sabe um dia se for do meu merecimento eu consigo.Tenha um dia abençoado .Beatriz.

    ResponderExcluir
  3. Marco gostaria muito de receber uma carta doeu filho Rodrigo Martins dá Costa data de nascimento 14/03/2003 data do desencarne 08/01/2017 fique na paz e estou na esperança de receber esta carrinha do meu filho.

    ResponderExcluir
  4. Marco gostaria muito de receber uma carta doeu filho Rodrigo Martins dá Costa data de nascimento 14/03/2003 data do desencarne 08/01/2017 fique na paz e estou na esperança de receber esta carrinha do meu filho.

    ResponderExcluir
  5. Marcos tudo bem? Gostaria muito de receber uma carta do meu filho Douglas Fabrico Oliveira dos Santos ele faleceu em 09122015 com 17 anos estou sofrendo muito pois ele é menino de ouro. Faleceu dengue hemorrágica na cidade de Ribeirão Preto ele nasceu em 12101998. Por favor me ajuda

    ResponderExcluir