sábado, 14 de novembro de 2015


NÃO SOU HERÓI

Não sei quanto tempo se passou, mas vejo que não é mais aquele frio e triste inverno de 1944, aquele famigerado inverno onde sofri as atrocidades daquela guerra, que ceifou milhares de vidas, vidas que não mereciam serem ceifadas.
Como foram difíceis aqueles anos, não havia paz em nenhum lugar. Eu estava imerso naquela guerra e eu lutei, matei e morri sem nunca ter tido vontade de estar ali.
Fui convocado para a guerra, o desespero tomou conta de minha vida e da minha família. Eu era tão jovem e de repente ali estava eu tendo que matar outros seres como eu, eu que não havia matado um único animal em minha existência, agora estava ali tendo que matar sem motivo algum. Eu não acreditava na guerra eu era contra tudo aquilo.
Sinto até agora o cheiro do sangue daqueles seres mortos, sinto o frio inebriante daquelas trincheiras, sinto o som das bombas e o zunir das balas, sinto o medo dos ataques que sempre aconteciam no escuro da noite.
Sinto saudades de minha mãe, da ultima vez que a vi ao embarcar naquele trem rumo a batalha.
Sinto a tristeza do primeiro ser humano que assassinei em nome da guerra e de todos outros e outros que matei.
Meu Deus me perdoa e não queria fazer nada daquilo, eu quero sair deste combate que nunca acaba eu quero voltar pra casa, eu quero ter paz novamente.
Não sou herói, sou assassino e dos mais vis, pois matei em nome de um ideal que não era meu.
Quero voltar pra minha terra e esquecer todo mal que fiz.
Não sou aquela cruz na terra distante, quero voltar a ser o garoto que corria ingenuamente nas serras de minha terra natal.

Geraldo.  

            Psicografia recebida em 2015.                                     
            Médium: Luciano C.

23 comentários:

  1. Em poucas palavras podemos ver como foi a realidade de muitas pessoas que nunca imaginou que iriam vivenciar tudo isso...

    ResponderExcluir
  2. Procurem na Codificação as várias respostas referentes à guerra e descubram que todas LIVRAM DE QUALQUER CULPA o soldado que mata em guerra forçado pela situação de ter sido convocado a defender seu país, desde que NÃO exerça crueldade maior contra o inimigo (como parece ter sido exatamente o caso desse suposto espírito). Se a narração for real, certamente os motivos de dor do jovem são outros e ele pode sequer ter percebido, ou desejado admitir, como também o trauma de não esquecer a dor passada pode lhe trazer a impressão de ser um criminoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wagner vc está totalamente certo, Kardec foi muito sabio ao formular as perguntas sobre os crimes que vc explicou muito bem. E com certeza os sofrimentos dele vem de uma culpa por ter matado outos irmãos, saudade, por ter perdido a vida tão cedo e muito mais. E nós sabemos tambem que kardec mostrou que somos perdoados, mas não é assim num piscar de olhos, depende de cada um. O fato que vc citou sobre "Se a narração for real" quero esclrecer a todos que quando colocamos aqui uma mensagem é porque ela foi bem analizada, trabalho realizado por uma equipe de mediuns estudados e experientes com o objetivo comum de praticar a caridade atraves de socorro aos irmãos desencarnados como a esse nosso irmão da guerra. Muito obrigado pela sua opinião e que Jesus te abençõe.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cecilia tenha calma e lembre-se ninguem morre fora de hora. Ela partiu é porque estava na hora dela, se não operação ela iria morrer de outra coisa. Voce não tem culpa de nada, foi Deus que quis assim. Qto a psicografia vamos tentar mas estamos super lotados de pedidos.Tente tbem www.cartaconsoladora.com.br , paisefilhos.org e pingosdeluz. com.br. Uma abraço.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  4. Olá gostaria de ter notícias do meu pai que faleceu dia 27 de novembro de 2015 José Ferreira da Cruz desde a morte dele estou muito depressiva agradeceria muito abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Data errada. Qto a psicografia vamos tentar mas estamos super lotados de pedidos.Tente tbem www.cartaconsoladora.com.br , paisefilhos.org e pingosdeluz. com.br. Uma abraço.

      Excluir
  5. Olá gostaria de ter notícias do meu pai que faleceu dia 27 de novembro de 2015 José Ferreira da Cruz desde a morte dele estou muito depressiva agradeceria muito abraços

    ResponderExcluir
  6. Olá! Gostaria tanto de contar a história da minha mãe e da minha vó! Há 4 anos minha mãe teve um AVC, o que impossibilitou seu retorno ao trabalho. Desde então cuidou da minha vó com mal de Alzheimer. Quatro filhos e minha mãe ficou com a tarefa. Foram altos e baixos. Aprovações. E uma despedida linda entre as duas cheia de lucidez!!! Minha mãe aceita o desencarne, mas gostaria de ter só a certeza que ela está bem e feliz no astral! Para assim poder seguir e parar de se preocupar. Nome da minha vó Caor Imamura, 24/10/1934 nasceu e 22/10/2015 desencarne. Motivo pneumonia aspirativa, decorrente da fratura de fêmur. Meu e-mail carolisadora@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza ela está bem e se recuperando, Qto a psicografia vamos tentar mas estamos super lotados de pedidos.Tente tbem www.cartaconsoladora.com.br , paisefilhos.org e pingosdeluz. com.br. Uma abraço.

      Excluir
  7. Marco,
    Você tem alguma psicografia de alguém que teve mal de Alzheimer? Para eu ler e aprender? No último ano da minha avó tive a sensação que ela não era ela. Alguns momentos que ela tinha voltado. Queria entender se é impressão ou algo verdadeiro.
    Tenho orado muito por ela. E pedido por ela também. Sei que o telefone toca de lá pra cá. Peço que vc a coloque em suas orações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina qdo chega alguma carta de alguem que sofria de Alzheimer, na carta ela não está mais com a doença. A doença existia enquanto estava encarnada. Desencarnando a pessoa recupera a funções normais do cerebro, o cerebro que estava doente e não o espirito. essa sensação é natural porque a pessoa com essa doença só lembra do passado distante. um abraço.

      Excluir
  8. Gostaria muito de ter notícias de meu esposo Sérgio Quentel Corrêa ( nasceu dia 15 de agôsto de 1948 e que voltou pra casa espiritual , no dia 07 de março de 2014) A saudade dói muito, se for de vontade de nosso Pai, e nossos protetores gostaria de receber uma carta dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eunice vamos orar. Qto a psicografia vamos tentar mas estamos super lotados de pedidos.Tente tbem www.cartaconsoladora.com.br , paisefilhos.org e pingosdeluz. com.br. Uma abraço.

      Excluir
  9. Oi...gostaria muito de ter noticias do meu marido...esta doendo demais a saudade...tem essa possibilidade??Nome dele é Lucio Alessandro Teixeira dos Santos nasceu dia 10/10/89 e desencarnou dia 15/11/15...e me deixou uma princesinha de 11 meses pra mim amar e cuidar...

    ResponderExcluir
  10. Minha amiga eliza sei que tá doendo muito,mas no momento o que o seu marido precisa é muita oração para que ele possa seguir o caminh dele. É muito cedo para uma psicografia. Lembre-se de Jesus e peça a ele. Fique em paz. a saudade doe dois lados.

    ResponderExcluir
  11. Muito interessante as mensagens,só nos mostram que nada acontece por acaso.

    ResponderExcluir
  12. Oi,caro Marcos,gostaria de ter notícias de meu pai que desencarnou em 13 de Maio de 2007.grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá certo mas qual é o nome e outros dados

      Excluir
    2. Sim,me desculpe,meu pai se chamava José Inácio da Silva Nunes,nasceu em porto Alegre no dia 28 de abril de 1950 e desencarnou em 13 de Maio de 2003.grata

      Excluir
    3. Sim,me desculpe,meu pai se chamava José Inácio da Silva Nunes,nasceu em porto Alegre no dia 28 de abril de 1950 e desencarnou em 13 de Maio de 2003.grata

      Excluir