terça-feira, 1 de setembro de 2015

ALGUÉM QUE MUITO ERROU      (PARTE  01)

Era um final de tarde e eu me encontrava assentado em um banco daquele lindo jardim, olhando o céu infinito com seu azul maravilhoso comecei a repensar na minha ultima encarnação.
Eu era um rapaz de família abastada e sempre tive tudo o que queria, meus pais não poupavam esforços, tinha carro do ano, roupa da moda e tudo o mais que um rapaz fútil e rico pensasse em ter.
Pra mim o mundo era só meu, acostumando a ter todos os meus desejos satisfeitos nunca me conformava com um não. E foi assim que conheci minha doce amada, no momento ela era amada por mim, mas nunca me amou. Fiz de tudo o que pude, mandava flores, comprava tudo o que dinheiro podia comprar para tê-la ao meu lado.
Ela moça simples era apaixonada por um rapaz tão simples quanto ela, eu não me conformava, porque ela o preferira pobre sem nada a oferecer, do que a mim, rico com mil possibilidades de satisfazer todos os seus desejos materiais. Com tudo, ela não me suportava, no começo era educada comigo e falou francamente comigo para que eu perdesse as esperanças, que procurasse alguém que me pudesse fazer feliz, que o coração dela já tinha dono e nada do que eu fizesse a faria muar de idéia.
E foi assim que passei a cercá-la em todos os lugares, não lhe dava sossego. Aquela historia para mim que nunca recebi um não, tornou-se uma obsessão. Queria aquela moça e ela seria minha. Fiz de tudo o que pude para separá-la do rapaz amado, mas nada do que eu fazia era motivo para abalar aquele amor. E foi com muito ódio que assisti da porta da igreja o casamento deles. Nesse dia me senti mais louco que nunca.
O tempo ia passando e a minha fixação sempre aumentando, nada me fazia mudar de idéia. Foi com imenso ódio que descobri que ela estava grávida, via a barriga crescendo a cada dia. Não suportei a dor e numa tarde tão linda como essa de hoje eu acabei com a vida dela dando-lhe dois tiros certeiros, um no peito e outro na barriga. Mataria os dois.
Me escondi na fazenda do meu pai, mas não demorou que a polícia me encontrasse, fui julgado e passei muitos anos preso. O arrependimento nunca esteve presente em meu coração. Desencarnei muitos anos depois, já homem maduro, mas nunca me esqueci do pavor estampado naquele rosto na hora em que viu aquela arma apontada em sua direção.
Regressei para a pátria espiritual, completamente alucinado, como sempre fui, arrogante, horrível. Passei nem sei quanto anos em lugar sombrio e lamacento até que um dia cansado resolvi pensar em Jesus, o Jesus que a minha mãe falava. Mãe que morreu de sofrimento e decepção por minha causa. Orei e pedi ajuda e ela veio, minha amada me socorreu, aconchegou-me no colo como uma criança e me disse que tudo havia passado, ela me perdoava por todo o mal que lhe causei.    
Criatura maravilhosa, resplandecente de luz me perdoou e me auxiliou, e se hoje posso estar aqui nesse banco contemplando esse lindo jardim e esse céu azul, devo a ela, a pessoa que eu mais prejudiquei.
Vivo carregando o meu remorso e a minha dor. Sinto-me tão envergonhado e agradeço a Deus por ter me permitido contar um pouco da minha historia.

   Alguém que muito errou.                                                       
   (Está carta, que foi recebida numa reunião, tem continuação onde o mesmo espírito escreveu na reunião seguinte, que será publicada no Blog na próxima vez.).                                                         
Psicografia recebida em Reunião de Psicografia em 2015.                

            Médium:  Débora S. C.

24 comentários:

  1. O senhor poderia escrever um livro com essa psicografias, são lições de vida
    E se ouver uma oportunidade será que o senhor poderia tentar contato com meu pai
    João Francisco da Silva. nasceu 20/06/40 desencarnou 18/03/95

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simone o livro é um projeto meu e já estou trabalhando nisso que realmente as cartas são liçoes de vida. Colocarei o nome dele na reunião na hora certa.

      Excluir
  2. Há tem outra coisa como já li todas as cartas do blog será que o senhor conhece outro blog que tem cartas publicadas assim como no blog do senhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim tem u outro, mas tem poucas cartas, www.cartaconsoladora.com.br

      Excluir
  3. Há tem outra coisa como já li todas as cartas do blog será que o senhor conhece outro blog que tem cartas publicadas assim como no blog do senhor

    ResponderExcluir
  4. Boa noite, Marcos! Gostaria muito de saber se é possível receber notícias do meu irmão que desencarnou. Desde seu desencarne, rezo para que ele consiga ter encontrado a paz e a luz, pois sua vida terrena não foi das mais puras. Tenho sentido uma necessidade muito grande de ter contato com ele. O nome dele é Fábio Ricardo Alves Barbosa e seu desencarne foi no dia 14/09/2007. Ele foi assassinado com um tiro. Obrigada. Tenho lido as cartas do seu blog e as acho lindas e uma fonte de conforte para os familiares que, por ventura, conseguem ter acesso a elas. Parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Andreza, fico muito feliz com seu depoimento que as cartas tem consolado corações. O nome do seu irmão colocarei na reunião na hora certa e lembremos que o telefone toca de lá para cá. Um abraço.

      Excluir
  5. Boa Noite Marco Antonio, suas psicografias tocam fundo em meu coração.Gostaria que Jesus permitisse que minha irmã caçula me enviasse uma carta e claro se eu for merecedora dessa graça o nome dela é Luciene Batista Silva *14/06/1981 +29/09/2008 Morte Subita
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arthur anotei o nome e quando for a hora certa colocarei na reunião.

      Excluir
  6. Boa tarde Marco Antonio Correa ..... como eu gostaria de obter noticias de meus familiares que estão na espiritualidade ... Achei o relato da carta do rapaz um ensinamento para muitas pessoas !
    Sou carioca, moro no Rio de Janeiro ...e se por acaso eu pudesse ser presentiada com uma de suas psicografias, seria uma benção de Deus.
    Meus familiares que se encontram na espiritualidade : Arnaldo Romano de Araujo, Alayr Alves Velloso, Arlette da Rocha Velloso, Norma Vellozo de Rezende e Rita de Cássia Velloso de Araujo.

    Grata,
    Marcia Velloso
    E-mail: marcia@nksoline.com.br; marciavelloso1957@gmail.com
    Tel (021) 99224-6545

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde! gostaria que adicionasse alguns nomes em suas reuniões: Marcio Antonio de Oliveira ( meu irmao ), Carla Luciana de Oliveira (prima ) e Maria Andrelina de Brito (minha avó).

    ResponderExcluir
  8. Boa noite, Sr. Marco. Primeiramente, parabéns pelo seu belo trabalho..é consolador ler algumas cartas e até mesmo um modo de prestarmos atenção para o caminho que levamos a nossa vida. Bom, gostaria, por favor, que o senhor colocasse o nome do meu pai Geraldo Rosa Nunes Filho nas reuniões. Ele estava com câncer na garganta e precisou fazer uma cirurgia que foi um sucesso, mas no dia de sua alta (13/07/205) ele desencarnou em virtude de uma hemorragia interna oriunda de abusos cometidos no passado. Infelizmente, ele não teve tempo de conhecer a sua primeira neta que nasceu no dia 22/07, sendo que sou filha única. Sinto muito a presença dele e a minha avó já o viu rapidamente na sala. Estamos orando por ele e pedindo aos espíritos de luz que o ajudem, mas está difícil. Espero conseguir alguma notícia para me tranquilizar ou ajudá-lo no que for preciso. Agradeço de coração a atenção. Att., Nádia Souza (nrcnunes@bol.com.br) (11) 9 7031 8741.

    ResponderExcluir
  9. meu pai faleceu a 6 anos queria receber algo de comunicação dele

    ResponderExcluir

  10. Oi Marcos,preciso por favor que vc me mande uma carta de meus pais João Manoel Correa de Mello ,Ladi Flores Carbolin de Mello e meu irmão,Paulo Cezar de Mello,tem algo que ficou no vácuo e preciso saber,agradeço imensamente.obrigada.Me mande no meu email se possível. giselazilio@hotmail.com

    ResponderExcluir
  11. Olha nao sei como dizer mais telefone vai tocar de la pra ca ...rs...assim q me ligar por favor nao deixa de me avisar.

    ResponderExcluir
  12. Olha nao sei como dizer mais telefone vai tocar de la pra ca ...rs...assim q me ligar por favor nao deixa de me avisar.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite. Gostaria de receber noticias de meu esposo Wilson More que desencarnou em 24.07.2015

    ResponderExcluir
  14. Prezado Amigo, Boa Noite!
    Com todo respeito, permita-me colocar aqui a minha dúvida em relação a este trabalho
    mediúnico de psicografia.
    Qual a finalidade (caridade) em fazer-se um trabalho deste tão bonito, em reuniões "fechadas"
    sem a participação dos que realmente delas necessitam?
    Onde está a caridade em privar o público dos que dela necessitam?

    Desculpe-me a ignorância e a ousadia, mas, sou apenas um aprendiz neste plano, e como não tenho
    resposta à minha dúvida, ouso perguntar.

    Abraços...
    Fiquem na Paz.

    ResponderExcluir