domingo, 28 de setembro de 2014


APRENDI A ME AMAR

Nunca fui de expressar meus sentimentos. Por várias situações que vivenciei cortava meu coração suportar tais sentimentos, mesmo em situações de alegria não demonstrava.
Fui obeso desde a infância, apelidos como “João bola”, “redondinhia”, “pirulitão” e outros faziam com que lágrimas brotassem em meu coração, mas pelo olhar demonstrava desprezo. Até que um dia me revoltei com a família e com o mundo. Não me importava com sentimentos e dores alheias justamente por saber (seria mesmo saber?) conviver com eles.
De uma pessoa desprezada e amarga me transformei em desumano. Realizei atrocidades nas quais me envergonho e chegou o dia que tomei a pior decisão: - se  ninguém me para , hoje acabo com tudo. Isso acabei com minha vida.
Levei muito tempo para perdoar, reconhecer toda minha vida e me perdoar. Neste momento consegui lembrar de Deus e pedir socorro. Não sei quanto tempo levei, mas ao despertar das trevas que eu mesmo construir cheguei a encontrar com um grupo de amigos e hoje, nesta casa de bênçãos deixo meu depoimento para que talvez um dia vocês possam ter conhecimento de todos os atendimentos ou atenção que depositaram a tantos irmãos que aqui chegam com amargura nos corações.
 Talvez vocês pensem que fazem pouco, mas acreditem que a amargura é capaz de destruir qualquer sentimento elevado e só com muito esforço somos  capazes de tornarmos espíritos melhores...
Foram amigos e irmãos como vocês que me amparam, me tiraram das trevas e aqui me trouxeram. Tenho muito que agradecer a todos.
Sim, sou gordo, preferi me apresentar dessa forma, pois aprendi a me amar.
            Fiquem na companhia do grandioso Pai.

                    Ricardo.                                                            
                                                          
Psicografia recebida em Reunião de Psicografia agosto de 2014.                                     
            Médium: Claudia.   

12 comentários:

  1. gostaria muito de poder faser uma cartapsicografada

    ResponderExcluir
  2. Fazer ou receber. Se for fazer vc precisa ter a faculdade mediunica de psicografia e para receber precisa achar um centro espiirta com mediuns para te ajudar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marco! Gostaria de saber notícia dos meus avós, como faço? Abraço!

      Excluir
    2. Me mande os dados como nome, idade, data e motivo do desencarne. Uma abraço

      Excluir
  3. Olá, gostaria muito de receber uma carta ou noticia do meu falecido mas muito amado pai, ele deixou esse mundo no dia 06/09/07, mas ainda sinto muita falta dele, se puder me ajudar eu agradecerei muito, abraços Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me mande os dados como nome, idade, data e motivo do desencarne. Uma abraço

      Excluir
  4. Gostaria. De receber. Carta. Da minha. Avo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me mande os dados como nome, idade, data e motivo do desencarne. Uma abraço

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. gostaria muito de receber carta de meu pai que desenarnou no dia 20/07/2016 sinto tanta saudades dele.

    ResponderExcluir
  7. Ola Marcos ...gostaria de ter noticias de Vitor Ferreira de Lima , 24 anos ...desencarnou em 26/04/2016 motivo overdose.Era meu namorado ...meu email carolinatheodoro1987@gmail.com ...desde ja agrade¢o

    ResponderExcluir
  8. Minha mãe Norma, faleceu no dia 10/09/2010 de insuficiência respiratória.Ela tinha problema de bronquite asmática, parkinsom e pressão alta.tinha 85 anos quando faleceu. Meu Pai Alvino, faleceu 26/03/2015 aos 89 anos.nunca teve problema de saúde até no dia que cai e quebrou o fêmur teve de ser operado e então começou a tomar remédios, nunca antes havia tomado. Até que teve de voltar ao hospital e la permaneceu algum tempo. Faleceu por causa de problema cardio respiratório. Gostaria de receber notícias se possível, pois sei que é de lá para cá que as coisas acontecem. Meu centro espírita não possui este serviço.Meu e-mail é nil.boxe@g.mail.com

    ResponderExcluir